• Image1
  • Image2
  • Image3
  • Image4
  • Image5
  • Image6


Newsletter AAJBA
 

Deseja receber todas as novidades exclusivas sobre as nossas actividades: Cursos no Jardim Botânico, Palestras e Conversas na Estufa, Visitas e Viagens Culturais organizadas pela AAJBA, novidades sobre o Jardim Botânico da Ajuda, e actividades de parceiros da AAJBA relacionadas com jardins, botânica, ciências, artes, arquitectura paisagista, s
ubscreva a nossa NEWSLETTER aqui.


NOVO PROGRAMA
O ESPLENDOR DO PERÚ, IMPÉRIO DOS INCAS
O Pacífico, os Andes e a Selva Amazónica

Caros Amigos do Jardim Botânico da Ajuda,

Quanto pensamos no Perú, o nosso imaginário leva-nos às ruínas de Machu Picchu, à  grande civilização Inca e aos picos nevados dos Andes, mas esta viagem é muito mais… 

Depois da capital, Lima, uma cidade com cerca de 10 milhões de habitantes fundada em 1535 por Francisco Pizarro e mantida sob influência castelhana durante cerca de 300 anos, chegaremos a Arequipa, a “Cidade Branca” perdida no deserto do Sul do país, avistando o vulcão El Misti e iniciando uma ligeira adaptação à altitude. Daqui viajaremos até Puno, a 4.000 m de altitude - construída em 1668 pelo castelhano Conde de Lemos e em tempos uma das cidades mais ricas da América Latina devido às minas de prata - com o objetivo de navegar pelo Lago Titicaca, considerado o berço da civilização Inca, e conhecer as suas ilhas flutuantes, construídas à base de totora. Gentes únicas, de sorriso fácil, que nos abrem as portas das suas casas para sentirmos a realidade deste lago imenso, partilhado entre o Perú e a Bolívia.

Mas será na região do Vale Sagrado dos Incas que encontraremos a mais bela cidade do país – Cuzco – capital arqueológica e cidade mais antiga do continente americano, que nos convida a passear tranquilamente pelas ruas em volta da Plaza de Armas, e que nos serve de acesso ao Vale Sagrado dos Incas, às curiosas minas de sal de Maras e às inesquecíveis ruínas de Machu Picchu, a cidade perdida dos Incas, construída no séc. XV e declarada Património Mundial pela UNESCO. Antes de regressar à capital, visitaremos ainda a região amazónica do país, junto a Iquitos, para uma estadia totalmente dedicada à natureza e ao conhecimento da fauna e flora da região. A nossa aventura peruana terminará em Lima, a capital nas margens do Pacífico.

Para quem pretender conhecer um pouco mais do país, poderá ainda ficar 2 dias adicionais, explorando livremente a cidade de Lima ou aproveitando para visitar as Ilhas Ballestas e a Península de Paracas, observando a vida selvagem da região e com opção de sobrevoar as misteriosas Linhas de Nazca, desenhos geométricos de animais e pássaros gigantes que datam de 900 a 600 a.C. e só podem ser admirados plenamente no ar.

Qualquer que seja a opção escolhida, esta será certamente uma viagem inesquecível... Venha connosco!

Visita cultural delineada e acompanhada por Ana Maria Lory, AAJBA.

Inscrições até 28 de Fevereiro de 2020!

  

PROGRAMA


História da Ilustração Científica escolhida para o nosso folheto 

Alexandre Rodrigues Ferreira (1756-1815), naturalista baiano formado na Universidade de Coimbra e discípulo de Domingos Vandelli (fundador e 1.º diretor do JBA), foi nomeado pela Rainha D. Maria I para a Viagem Filosófica ao Brasil, com início em 1783 e com a duração de nove anos (1783-1792), ao longo na Amazónia (Grão-Pará, Rio Negro, Mato Grosso e Cuiabá). Nesta expedição científica coordenada por Alexandre Rodrigues Ferreira, iam os riscadores José Joaquim Freire, Joaquim José Codina e Rodrigues Ferreira, o preparador José da Silva, e o jardineiro-botânico Agostinho Joaquim do Cabo, que foram registando e recolhendo informações sobre a flora, a fauna, as paisagens e seus habitantes. O desenho aguarelado da ilustração científica de Mucuna sp. (identificação provável), que incluímos no folheto dos Cursos no Jardim Botânico da Ajuda (JBA), foi elaborada na Amazónia âmbito desta viagem filosófica, tendo sido enviada para o Real Museu da Ajuda situado no JBA. A Mucuna sp. é uma liana originária da América do Sul, planta medicinal, com floração avermelhada de interesse ornamental.

   Folheto dos cursos da AAJBA 2019/2020
 
 


Poderá confirmar desde logo o seu lugar! Envie um email para info@aajba.com



dummy